A gente quer que saia. Sim, que saia e saia rápido.

Teve a ideia, teve o desejo. Pronto. Tem de acontecer.

E se não acontece?

Pronto! Vem dor, ranger de dentes e lamentações.

Sou preguiçoso, não sei fazer, sou incapaz.

Por que somos assim?

Pesquise quem fez de uma hora para outra uma grande obra ou uma obra que seja boa.

Pesquise!!!

Que vc encontra no processo de produção dessa pessoa?

Tempo de pesquisa, tempo de planejamento, tempo de definição de metas, tempo de execução de metas, tempo de revisão de ações, tempo de refeitura… e daí a coisa fica pronta.

Quem vê fala: “Que incrível, como essa pessoa conseguiu?”

Calma para o fazer! É disso que precisamos. Calma para o fazer.

Mas… cuidado para não confundir calma com inércia.

Isso mesmo.

Parar e olhar a parede por olhar a parede não é o caminho.

Mas olhar a parede para perceber as ranhuras em busca de um desconforto ou conforto, aí sim.

Você sabe quem tem essa clareza da calma?

Quem respira e quem pensa para o fazer.

Pare para pensar sua rotina. Pare alguns minutos todos os dias, mas todos os dias mesmo, para pensar sua rotina.

Qual é o período do dia em que você reflete sobre sua rotina?

Conte-me!

Cuide-se! Eu estou com você!

Categorias

Leave A Comment

Related Posts